Saiba como se proteger de fraudes para cadastrar a chave de acesso do Pix

Golpistas têm se aproveitado do início do processo de cadastramento das chaves do Pix, novo meio de pagamento instantâneo criado pelo BC (Banco Central), para tentar roubar dados dos clientes e cometer fraudes bancárias.

Mais de 60 sites falsos relacionados ao Pix foram registrados na internet e podem ser usados para fraudes, segundo dados da empresa de cibersegurança Kaspersky até quinta-feira. O Pix vai ser uma nova opção, ao lado de TED, DOC e cartões, para pessoas e empresas fazerem transferências de valores, realizarem ou receberem pagamentos.

O sistema começa a funcionar em 16 de novembro. Com o Pix, as pessoas e empresas poderão fazer essas transações em menos de 10 segundos

Confira abaixo dicas do BC e de especialistas para não cair em fraudes:

Não acesse páginas suspeitas, com endereços curtos ou com erros de digitação Confira o remetente do e-mail

Não clique em links desconhecidos e de origem duvidosa

Não faça cadastro a partir de um contato telefônico de um suposto empregado do banco

Dê preferência ao site do banco ou ao aplicativo

Não forneça senhas ou códigos de acesso fora do site do banco ou do aplicativo

Não compartilhe o código de verificação recebido no momento do cadastro da chave do Pix Acesse apenas contas verificadas das instituições financeiras nas redes sociais

Em caso de suspeita, procure o seu gerente ou use os chats dos aplicativos

Fonte: Uol