Com gasto médio menor, mas mais pessoas comemorando, Dia das Crianças deve ter movimento 57% maior na Capital este ano

O Dia das Crianças em Campo Grande deve resultar em uma movimentação econômica 57% maior neste ano que em 2019, conforme aponta a pesquisa sazonal desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS, em parceria com o Sebrae-MS. Isso porque, apesar de o gasto médio com comemorações e presentes ter ficado menor, o percentual de pessoas que vão comemorar a data mais do que triplicou, de 25,9% passou a representar 70,52%.

“Com os impactos da pandemia e isolamento social, percebemos que uma grande quantidade de pessoas relatam que as crianças estão mais ansiosas, irritadas ou mesmo carentes e por isso haverá um contingente maior de pessoas comprando”, diz a economista do IPF-MS, Daniela Dias.

Os principais produtos a serem comprados na Capital são calçados, roupas e, depois, os brinquedos. A maioria, 77% pretende comprar em lojas e físicas, 22% pretendem comprar a distância e solicitar a entrega em domicílio e 12% terão a preferência em comprar pela internet. “A pesquisa traz dados estratégicos para que o empresário planeje suas vendas. Por exemplo, mostra que 42% pretendem pagar à vista e com isso obter benefícios. O papel social das empresas durante a pandemia será outro fator observado”, alerta a economista.

Confira a pesquisa na íntegra em anexo: Dia da crianças Campo Grande 2020