Comportamento do consumidor influencia nas vendas? Veja as dicas de economistas

O comportamento do consumidor é mais um dos fatores que influencia as vendas. As pesquisas sazonais do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio (IPF MS) em convênio com o Sebrae MS, realizadas durante o ano com o apoio do Sindivarejo Campo Grande têm demonstrado que existem três elementos principais que interferem no comportamento do consumidor na intenção de compra: atendimento, preço e qualidade. Conhecendo bem cada um deles, o empresário pode desenvolver as estratégias mais adequadas para alcançar seu público-alvo:

 Preço

A estratégia para preço seria um valor atrativo para o consumidor. No entanto, o empresário também não pode ser prejudicado, ele precisa cobrir seus custos. Nesse caso, deve-se criar uma estratégia de preço mais atrativo. Uma das maneiras é colocar em prática algumas ações simples para reduzir custos: evitar retrabalho, reaproveitar material de escritório, desburocratizar os processos ou até mesmo realizar renegociações de preços com os fornecedores. A partir do momento que o empresário reduz seus custos, acaba repassando essa redução para o preço, tornando-o mais atrativo.

Qualidade

De maneira geral, o comércio trabalha com fornecedores. Então, o empresário consegue negociar com os fornecedores uma qualidade diferenciada, de acordo com o perfil que ele atende. Observar os consumidores atentamente no dia a dia é uma boa maneira de entender qual é o perfil.

Atendimento

É a principal maneira de fidelizar o cliente. Mesmo que ele busque qualidade e preço, com frequência produtos de qualidade alta têm também o preço alto, assim como preço baixo muitas vezes pode significar qualidade baixa. E, nesses casos, o atendimento pode ser o diferencial. Estar frente a frente com o consumidor, dar um bom dia, boa tarde, boa noite, são atitudes que conquistam. É também importante oferecer capacitação constante aos profissionais que lidam diretamente com o público. Uma boa estratégia de fidelização é pegar o contato do cliente, montar um banco de dados e oferecer um pós-venda, como ligar um tempo depois para saber o que ele achou do produto e se precisa de algo mais.