Pelo oitavo mês consecutivo intenção de consumo cresce em Campo Grande

A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias campo-grandenses atingiu 97,3 pontos em janeiro, o oitavo crescimento consecutivo, conforme dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Ainda na chamada zona negativa, abaixo dos 100 pontos, o índice vem gradativamente crescendo, à medida em que a economia se restabelece. “Ainda que a nova variante tenha estabelecido a retomada de medidas de biossegurança, o elevado índice de vacinação e retomada dos níveis de empregos e da atividade econômica sustentam o retorno gradual do consumo”, avalia o presidente do Instituto de Pesquisa da Fecomércio MS (IPF-MS), Edison Araújo.

Alguns aspectos merecem destaque na pesquisa de janeiro, observa a economista Regiane Dedé de Oliveira. Um deles é que, se por um ano houve aumento de 11,4% na avaliação do momento para a compra de bens duráveis, que pode refletir o movimento de promoções de início de ano e, 7,8% dos entrevistados informaram que estão consumindo mais, a queda de 2,7% nas perspectivas profissionais e também um ligeiro recuo na perspectiva de consumo futuro (0,7%) pedem cautela.

“O impacto na inflação no orçamento, as condições de crédito e o comprometimento da renda das famílias serão importantes para definir o comportamento de consumo para os próximos meses”, acredita.

Confira a pesquisa na íntegra: ICF janeiro 2022