Pesquisa com empresários mantém tendência de melhora do setor do comércio, aponta CNC

Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC) mantém tendência de alta e aponta mais um aumento no ICEC (Índice de Confiança do Empresário do Comércio) de Campo Grande no mês de janeiro. Neste mês foram registrados 118 pontos, o maior índice desde maio de 2014 quando esteve em 123,8. Quando considerado o período dos últimos 12 meses, o índice é de nove pontos.

“Acreditamos que a crise econômica do País era influenciada por decisões também políticas. No último ano, todas as pesquisas apontam uma melhora na perspectiva tanto de consumidores quanto de empresários. Acreditamos que 2018 poderá ter melhoras gradativas na economia”, afirma Edison Araújo.

Um dos indicadores que aponta melhora na perspectiva é a estimativa de contratar mais pessoal. Entre as empresas com menos de 50 funcionários, 63% acreditam que vão aumentar o quadro e, entre as maiores, 72%.

A pesquisa do Índice de Confiança do Empresário do Comércio tem como objetivo produzir um indicador com capacidade de medir, com a maior precisão possível, a percepção que os empresários do comércio têm sobre o nível atual e futuro de propensão a investir em curto e médio prazo. Em outras palavras, um indicador antecedente de vendas do comércio, a partir do ponto de vista dos empresários comerciais, tornando-o uma ferramenta para o varejo e demais segmentos que o utilizam para as tomadas de decisões.

Confira a pesquisa na íntegra aqui: ICEC JANEIRO