Retomada de investimentos mostra reação da economia 

Enquanto a pesquisa da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) afirma que o fluxo de visitantes em shopping centers do Brasil aumentou 2,47% em março e 5,62% em fevereiro em relação ao mesmo ano passado, em Campo Grande, esse aumento também foi percebido pela administração de um dos shoppings. No Shopping Norte Sul Plaza,  o percentual foi 9,5% em março e 12% em fevereiro. “Isso é uma evidência positiva do crescimento da economia que tanto temos falando nos últimos meses”, afirma o superintendente Fabiano Bussi.

 O otimismo também é percebido entre os empresários. Com incremento de lojas e serviços, a repercussão também vem nas vendas: só no Norte Sul Plaza, o movimento em vendas cresceu 14% em março se comparado a igual período do ano passado, o que, na avaliação da administração, reflete um conjunto de fatores que consolidam o mall como uma das melhores opções para compras e lazer do Centro-Oeste, passando pelo aumento do número de lojas, o mix de produtos e serviços e opções de entretenimento para toda a família.

Os resultados surpreendem, para se ter uma ideia, em âmbito nacional a perspectiva é que crescimento de 5,5% a 6% nas vendas ao longo de 2018, de acordo com a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

O superintendente do NSP, Fabiano Bussi, ressalta que a grande procura por investidores é outro termômetro de consolidação e que alimenta o fluxo de visitantes. Somente nos últimos quatro meses, o shopping ganhou 13 novas operações. “A economia indica leve crescimento, no entanto, tivemos um resultado espetacular que podemos atribuir a qualidade do mix de lojas e à força da Cinépolis; à presença de grandes âncoras, somada ao Fort Atacadista e exclusividades, como Etna e Centauro, além de eventos e campanhas que o shopping promove. O NSP também conta com uma série de operações na área de serviços, desde a área de estética até academia e isso proporciona ao nosso cliente a comodidade de encontrar tudo em um único mall”.

Aposta Certa – Em dois dias de operação, o empresário Christian Queiroz, está convencido de que trazer a Bubble Kill para o NSP foi uma aposta certeira. “A movimentação é muito legal, as pessoas estão aderindo à ideia e consideramos que a escolha do local foi ótima”. Além do fluxo regular do shopping, a presença da academia Smartfit também impulsiona a procura, especialmente pela bebida com o pobá, a chamada tapioca negra. “Para o pessoal fit temos opções que vão bem tanto para o pré quanto para o pós-treino”.

No fim de março o empresário Kermson Martins, sócio-proprietário da Melissa, inaugurou sua  segunda operação no NSP, da franquia Tip Top e diz que o movimento do mês passado apresentou reação significativa em relação a fevereiro. “Mas nossa maior expectativa ainda é quanto ao segundo semestre”. Ele explica que o relacionamento próximo da área comercial e habilidade de negociação foram fatores primordiais na escolha do mall para abertura da Tip Top.