Caixa ultrapassa R$ 5 bi em crédito para micro e pequenas empresas em suas principais linhas

Durante a pandemia do novo Coronavírus, a CAIXA já destinou mais de R$ 5 bilhões nas linhas de crédito do Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) e do Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe). Esse último, em parceria com o Sebrae.

Nesta quinta-feira (9), às 12h, o Pronampe bateu o marco de R$ 3,18 bilhões de reais em créditos contratados – esgotando todo o limite que havia sido liberado para operar pela linha de crédito. Com isso, a CAIXA recebeu do Ministério da Economia um acréscimo de limite, que passou a ser de R$ 4,24 bilhões.

Já o Fampe, linha disponibilizada pela CAIXA em parceria com o Sebrae para microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas, alcançou R$ 1,8 bilhão disponibilizado para capital de giro, também nesta quinta-feira (09).

O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, destaca o foco do banco em destinar crédito para as micro e pequenas empresas. “A CAIXA está empenhada em ajudar as micro e pequenas empresas a superar esse período de pandemia. E esse é o nosso foco: garantir a sobrevivência dos empresários, gerar empregos e impulsionar a retomada da economia”, avalia Guimarães.

“Os recursos estão disponíveis para contratação por clientes e não clientes, abrangendo empresas de diferentes portes. Aproximadamente 70% da demanda recebida pelo banco é proveniente de clientes que ainda não possuíam relacionamento com a CAIXA”, reforça o presidente Pedro Guimarães.

 

Esteira digital – Com o lançamento pela CAIXA da esteira digital, hoje o cliente precisa ir à agência da CAIXA apenas para assinatura do contrato. Toda a análise para liberação do crédito ocorre digitalmente. Além disso, para fortalecer o relacionamento com este público, a CAIXA vai lançar em agosto um novo aplicativo voltado para as micro e pequenas empresas, onde os clientes poderão acessar e contratar todas as soluções financeiras do banco para os negócios.

Como solicitar o Pronampe – Pelo Giro CAIXA Pronampe, os financiamentos têm prazo total de 36 meses – sendo oito meses de carência para começar a pagar e financiamento em 28 parcelas. A taxa de juros anual máxima é igual à taxa básica de juros (Selic) + 1,25% ao ano.

As operações de crédito poderão ser utilizadas para investimentos e capital de giro isolado ou associado ao investimento. Dessa forma, além de poderem realizar reformas e adquirir máquinas e equipamentos, as micro e pequenas empresas também poderão utilizar os recursos para despesas operacionais, como pagamento de salário de empregados, compra de matérias-primas, mercadorias, entre outros.

Para contratar o financiamento, os clientes devem acessar o site da CAIXA, no endereço www.caixa.gov.br/pronampe, preencher o formulário de interesse ao crédito e um gerente da região entrará em contato por telefone para ofertar o pacote de soluções financeiras do banco. Caso prefiram, os clientes também podem fazer a solicitação diretamente nas agências da CAIXA.

Como solicitar o Fampe – Para ter acesso à linha de crédito é necessário realizar o tutorial do Sebrae com orientações e informações sobre como utilizar o crédito. Após realizar o cadastro e assistir ao tutorial no site do Sebrae, a empresa deve preencher um formulário no site CAIXA Com sua Empresa (www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa) e solicitar interesse pelo crédito. Um gerente entra em contato com a empresa por telefone para ofertar o pacote de soluções financeiras do banco, com as taxas de juros reduzidas, gerenciador financeiro virtual e acompanhamento empresarial pelo SEBRAE.

 

Fonte: CEF