Capital libera self-service e provadores em lojas de roupas

O serviço de self-service em restaurantes e a prova de peças nas lojas estão liberados  em Campo Grande, desde quinta-feira (25), conforme resolução publicada no Diário Oficial de Campo Grande.

As liberações, em meio ao período de pandemia do coronavírus, ocorrem mediante várias regras. Dentre elas, a de não permitir a entrada de pacientes com sintomas da doença nos estabelecimentos.

Conforme a resolução, os restaurantes poderão oferecer o self-service, mas não como funcionava antes da pandemia. Agora, cada estabelecimento deverá disponibilizar um funcionário específico para servir os pratos, mediante a disponibilização de máscaras e luvas descartáveis para os clientes.

Os clientes deverão colocar os equipamentos de proteção individual, após higienização das mãos com álcool em gel, no início do balcão e descartar imediatamente após o uso em recipiente disponibilizado no fim do balcão.  O distanciamento de 1,5 metro entre um cliente e outro deverá ser mantido.

Em relação a prova de roupas nas lojas, a resolução permite desde que o cliente permaneça com a máscara durante todo o tempo e higienize as mãos com álcool em gel antes e depois das provas. O produto deverá ser disponibilizado pelas lojas nas proximidades dos provadores.

Quando o produto for cosmético a prova só será permitida com o uso de amostras descartáveis.

A resolução também permite pacientes em salas de espera de consultórios médicos, desde que seja respeitado o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre um e outro. Os profissionais também deverão aumentar a frequência da troca dos jalecos.

Outras recomendações previstas na resolução para os empreendimentos que estão abertos são de controlar o fluxo de pessoas para evitar aglomeração, intensificar a higienização dos ambientes, disponibilizar avisos sobre prevenção ao coronavírus, diminuir a frequência dos elevadores e disponibilizar álcool em gel na entrada deles e, se possível, aferir a temperatura de quem entra os estabelecimentos.

A resolução é assinada pelos secretários José Mauro Filho e Luiz Eduardo Costa, da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), respectivamente.

 

Fonte Campograndenews

Confira aqui