Após oito meses de alta, confiança do empresário da Capital registra queda em junho

Após oito meses seguidos de alta, a confiança do empresário campo-grandense registrou queda neste mês de junho, cujo índice alcançado foi de 119,8 pontos. Em maio eram 124,3 pontos, havendo assim uma redução de 3,6%. Na comparação com o mês de junho do ano passado (111,9), no entanto, ainda é possível falar em crescimento de 7%. Os dados são do ICEC (Índice de Confiança do Empresário do Comércio), pesquisa realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Para 40,2% dos empresários ouvidos na pesquisa, a condição atual da economia brasileira melhorou um pouco, assim como a expectativa da economia brasileira (51%). Em relação à expectativa para o comércio, 52,1% disseram acreditar que deve melhorar um pouco. Entre os empresários do segmento de bens duráveis o índice registrado foi de 126,9 pontos, contra os 119,1 pontos dos não duráveis. No que tange ao porte da empresa, as que têm mais de 50 empregados apresentaram um índice mais significativo, de 138,5 pontos.

“Tivemos a paralisação dos caminhoneiros, que afetou bastante a economia do País e consequentemente a confiança do empresário. Nos próximos meses acreditamos em uma recuperação, considerando as comemorações que perduram até julho, como as festas julinas e os resquícios da Copa do Mundo, além do Dia dos Pais. Percebemos ainda que, mesmo com a redução da confiança, os empresários pretendem realizar contratações (52%) e isso é positivo”, avalia o presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio-MS (IPF-MS), Edison Araújo.

Confira a pesquisa na íntegra:

ICEC_CG

 

Fonte: IPF/MS