Cai o índice de famílias endividadas em Campo Grande

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) aponta queda no índice de famílias campo grandenses endividadas. O percentual que era de 61%, em janeiro, passou para 58,1%, em fevereiro. Esse índice leva em consideração os compromissos mensais como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros em Campo Grande e faz parte dos estudos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo  (CNC).
“O índice se manteve no mesmo patamar de fevereiro de 2019, o que pode ser um indicativo de que os consumidores estão dando preferência ao pagamento de contas à vista. Já os indicadores de inadimplência se mantiveram praticamente estáveis”, comenta a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS (IPF-MS), Daniela Dias .Houve ligeira redução no índice dos que disseram que têm contas em atraso, de 33,9% a 33,2%, enquanto que os que dizem que não terão condições de pagar se mantiveram em 14,5%.Se consideram muito endividados, 13,1% dos entrevistados e 66,5% informaram que o principal tipo de dívida é no cartão de crédito, seguido de carnês, 20,6% e financiamento de carro (14,4%) e casa (15,8%).

Confira a pesquisa na íntegra:

PEIC-fevereiro