Executivo do Sindivarejo participa de reunião sobre campanha contra queimadas urbanas

O executivo do Sindivarejo CG, Sebastião da Conceição, participou nesta quarta-feira (18) de uma reunião sobre a campanha “Diga Não às Queimadas Urbanas – Agosto Alaranjado 2021”, promovida pelo Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos de Campo Grande (COMIF).

Durante o evento online, foi apresentado o material de conscientização à população e empresários sobre os indicadores de doenças causadas pela fumaça, devido ao excesso de queimadas neste período de tempo seco e baixa umidade do ar. A campanha foi lançada no mês passado e tem o objetivo de conscientizar sobre os problemas causados pela queimada urbana.

“É uma campanha muito importante, devido ao cenário de crise na saúde que estamos atravessando, por conta da pandemia. Isso mostra que o município está preocupado com a saúde e com a taxa de ocupação dos leitos. É fundamental envolver o comércio na divulgação dessa campanha e o Sindivarejo Campo Grande apoia essa causa”, afirma Sebastião da Conceição.

Segundo a gerente de Meio Ambiente da Planurb, Mariana Godoy, nesta edição da campanha foi dado um olhar especial aos impactos das queimadas na saúde, a fim de contribuir para a prevenção da ocorrência e do não agravamento de doenças respiratórias, especialmente relacionadas à Covid-19, que sobrecarregam o sistema de saúde. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), em 2019 o município atendeu mais de 60 mil ocorrências médicas decorrentes de problemas respiratórios e, com a pandemia, esse número quase triplicou em 2020.

A campanha orienta, ainda, que o uso de queimadas para limpeza de terrenos é proibido pelo Código de Polícia Administrativa do município, Lei Municipal n. 2.909, 28 de julho de 1992 e que, de acordo com a Lei Federal n. 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, provocar incêndios em matas e florestas é considerado crime ambiental. As multas para essas infrações variam de R$ 2.478,50 a R$ 9.914,00, e podem até resultar em prisão.

Para controle do fogo a orientação é ligar para o Corpo de Bombeiros pelo número 193, já para realizar as denúncias de queimadas em áreas urbanas, a Prefeitura Municipal disponibiliza o sistema Fala Campo Grande, pelo telefone 156 e pelo site: http://fala.campogrande.ms.gov.br/. Quando as ocorrências forem em áreas rurais, é indicado o contato com a Polícia Militar Ambiental, por meio do telefone 190.